segunda-feira, janeiro 31, 2011

Vingadores Prime 01 a 05 completa; Flash 01 a 08






Vingadores Prime completa. Os 3 principais vingadores numa aventura contra Hella, a Deusa da Morte.




 


A nova revista do Flash Barry Allen. Essa edição 8 conta o renascimento do Flash Reverso, o mais perigoso inimigo do Flash. E vem aí mais uma grande saga, dessa vez relacionada ao nosso personagem veloz. Flashpoint!

terça-feira, janeiro 25, 2011

Sexteto Secreto 23 a 26; LJA e os 99 01 a 03




















 
Criada pelo psicólogo Naif Al-Mutawa com o intuito de transmitir conceitos do Islamismo através dos quadrinhos de super-heróis os 99 é uma equipe de heróis que receberam poderes de 99 pedras sagradas. Porém, engana-se quem acha que o encontro entre eles e a Liga da Justiça em outubro terá alguma mensagem religiosa.
“É mais sobre usar elementos básicos de várias religiões e filosofias e vermos os personagens tentando fazer a coisa certa e as escolhas certas”, explicou Fabian Nicieza (Robin; Novos Thunderbolts) um dos autores da minissérie ao Comic Book Resources.
Muito ao contrário de uma obra religiosa o que teremos é um tradicional crossover entre duas equipes de super-heróis que se unirão para deter os avanços de um perigoso e conhecido vilão do Universo DC que juntou suas forças com o arquiinimigo dos 99.
JLA/The 99, que será co-escrita por Stuart Moore, trará os personagens mais importantes da equipe da DC e vários heróis da equipe da Teshkeel, tantos que será necessário dividir o grupo em times menores ao longo das 6 edições da minissérie. “A forma como os 99 vai funcionar é o membro adulto do grupo, o Dr. Ramzi, escolhendo três membros por vez para trabalharem juntos no que será chamado de ligações em tríade, nas quais eles ligarão seus poderes entre si”, explicou o escritor.
Devido a grande quantidade de personagens Moore e Nicieza estão tentando se focar em pequenos grupos e apresentar todos da maneira mais clara possível – quem são e o que podem fazer – e ao longo da minissérie seguir diferentes grupos menores.
Mas, para o início da trama os leitores lidarão com Jabbar, o poderoso; Noora, a iluminada e Samda, a invulnerável, uma garotinha de 8 anos que está trazendo bastante diversão ao trabalho dos escritores. “Samda é provavelmente minha personagem preferida para escrever, pois ela tem 8 anos e nada pode tocá-la, e ela sabe disso”, confessou Moore. “Ela sempre está super à vontade e caminha através de qualquer situação com seu campo de força ativado ao seu redor”.
Quanto à LJA teremos a presença maciça dos medalhões como Superman, Batman, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde e Flash, mas outros heróis da equipe também darão as caras, como Eléktron, Nuclear e Gavião Negro.
Nuclear e Gavião Negro? Caso você esteja surpreso, pois sabe que eles estiveram mortos há pouco tempo e atualmente estão enrolados com os desdobramentos da saga Brightest Day [O Dia Mais Claro], talvez fique mais tranquilo em saber que o encontro entre as duas equipes se dará fora de suas cronologias, aliás, fora até mesmo de seus universo habituais. Não será como se alguém do Universo DC tivesse encontrado uma passagem dimensional para o Universo da Teshkeel ou vice-versa e uma equipe ido visitar a dimensão vizinha. Eles viverão na mesma Terra, embora mal se encontrem e sejam levemente familiares uns aos outros. ”É a Terra dos Crossovers”, brincou Nicieza.
“A verdadeira abordagem que Stuart e eu buscamos usar foi a daqueles bons e velhos encontros de equipes e de união de heróis”, explicou. “Pegue o que de melhor Gardner Fox poderia fazer com um molde deste tipo e avance 40 anos até a forma de narração atual”.
Por fim, sobre os vilões, do lado dos 99 os leitores encontrarão Rhugal, arquiinimigo do grupo e o qual Nicieza apresenta como uma mistura de Lex Luthor e Vandal Savage, um empresário imortal e corrupto constantemente em busca de mais poder e, claro, atrás das pedras sagradas do grupo de heróis. Ele se unirá a um conhecido vilão do Universo DC, mas o qual os autores fazem questão de manter segredo.
No entanto, este segredo não é bem um grande segredo, pois Nicieza explicou que este vilão ameaça todo o planeta e Moore afirmou que a capa da primeira edição da minissérie (ao lado), ilustrada por Felipe Massafera, traz uma pista sobre sua identidade.
Ameaça global. Vindo do alto. Cinco membros que parecem tentáculos. Quem mais poderia ser se não Starro, o Conquistador? Ou a Estrela-do Mar do espaço para os mais íntimos.
Os leitores mais “calejados” com as histórias de super-heróis conhecem de cor a regra número um do manual do encontro de equipes: quando dois ou mais heróis se encontram eles devem começar a brigar, mesmo que não haja motivo aparente para isso. No entanto, não é o que veremos neste trabalho.
Resolver as situações através da violência é algo que se opõe à real natureza dos 99. “Isto é quase antietico a como eles pensam”, explicou Nicieza. “Os 99 são capazes de brigar se necessário, mas esta nunca é a primeira alternativa. Ao longo da série veremos situações nas quais eles começam a perceber que seu modo de resolver as coisas pode funcionar melhor do que correr e bater”, completou.
Além da questão de suas crenças o que ajudará os adolescentes e crianças dos 99 conterem seus poderes é o valor que dão à Liga da Justiça. Conforme explicou Nicieza ”eles são personagens positivos e inocentes que são respeitosos com os adultos. Para eles, estar ao lado de alguns dos membros da Liga da Justiça, resultará em muitos ‘Sr. Flash’.
Bem, o que dizer sobre tudo isso? Nicieza é um dos pouquíssimos escritores não-estadunidenses que conseguiram fazer sucesso nos EUA. Mas, este sucesso ocorreu nos anos 90, ou seja, não é uma boa nota no currículo. Porém, deste então vem escrevendo histórias medianas. Moore parece ter atuado mais como editor do que como escritor, talvez por isso seja o co-escritor da minissérie. Dois autores medianos, mas com um cenário extremamente rico. A LJA se mantém por si só e agora estará ligada a uma equipe que chama a atenção, senão pela qualidade da premissa, ao menos pela curiosidade dos leitores, e parece que o potencial existente entre a dinâmica entre os personagens é muito bom. Agora resta saber como os dois autores irão lidar com mais de 100 personagens. É possível, mas será que eles dão conta?


Dica de site, o próprio do texto acima:


Contém notícias sobre quadrinhos, o que está rolando lá fora, spoilers... excelente pra se manter bem informado sobre o mundo das hqs.

mais dica de site: 



O site é em inglês, mas tem tudo sobre a equipe, história, notícias, e download de wallpapers.

sábado, janeiro 08, 2011

Universo DC: Legado 4 e 5; Justiceiro Max 1 a 9



Mais duas edições da série que conta a história do Universo DC e as eras que a editora teve, vista pelo olhar de um personagem civil que sempre esteve perto dos acontecimentos, e hoje já idoso relembra toda a história. Excelente, muito bom
.


*** Links corrigidos ***






Repostando os 9 números de Justiceiro Max. Gostaria de saber se já traduziram mais números desta série ou se irão traduzir, pois estou ansioso pela continuação.

***********************


Puxa, a nossa comunidade no orkut está bombando! Já dobrou de participantes nestas 2 semanas de existência, ou seja, além de mim só tem outro participante que eu não sei como veio.

E o pessoal que sempre me dizia pra criar uma comunidade no orkut? Cadê? E os velhos visitantes do blog, Schepens, Calango, Janio e os142 seguidores do blog? Vamos deixar a preguiça de lado e prestigiar, pessoal.

 ***********************